RESULTADO DA CAMPANHA

Em junho, lançámos a campanha “Viver sem nada para comer” que teve como grande objetivo dar resposta à emergência humanitária que se vive em Moçambique, após os ciclones que o arrasaram. No total, foram angariados 40 cabazes essenciais (20€ cada), 36 cabazes básicos (50€ cada), 16 cabazes úteis (75€) e 15 cabazes comunitários (120€). Em nome da Fundação S. João de Deus e dos Irmãos em Nampula, um grande bem haja a todos os que apoiaram esta causa!

Antes e depois dos ciclones que arrasaram Moçambique, as pessoas que não aparecem na televisão, continuam a sua luta para sobreviver. precisavam de ajuda. Agora precisam muito mais. Confie aos Irmãos de S. João de Deus um cabaz de alimentos: serão entregues aos doentes e às famílias que deles muito precisam.

ÂMBITO DA CAMPANHA

Os Irmãos de S. João de Deus, em Nampula – Moçambique, dedicam-se especialmente aos doentes mentais, assumindo a gestão do Centro de Saúde Mental (com 41 camas e consulta externa) em parceria com o Ministério da Saúde, entidade que deveria financiar os cuidados que se prestam.

Esta unidade de saúde tem responsabilidade direta no acolhimento, acompanhamento e seguimento de todos os doentes do foro psiquiátrico de toda a região norte do país (Norte da Zambézia, Niassa, Cabo Delgado e Nampula), para uma população de cerca de 13 milhões de habitantes (censos de 2007).

Os últimos ciclones que devastaram esta terra, só deixaram a nú o que à muito existe na vida de cada uma destas pessoas. Poucos são os que têm alguma coisa. Muitos são os que nada têm e só sobrevivem da esmola alheia.

A Missão de Hospitalidade que os Irmãos de S. João de Deus abraçam, não tem fronteiras: muitas são as pessoas que batem às portas do centro “pedindo socorro” e que os Irmãos não podem deixar sem cuidados, sem alimentação ou sem apoio. Do pouco que têm, dividem para que mais pessoas possam sobreviver.

A presente campanha responde, de forma organizada e estruturada, a situações de clara emergência humanitária, que os Irmãos vivenciam todos os dias: no centro, com todos os doentes que precisam de alimentar sempre que o financiamento do estado não chega; aos que batem à porta, em busca de algo para comer, ou aqueles que os Irmãos visitam os domicílios e que por vergonha não pedem.

Ajudar alguém numa situação de pobreza extrema, como é a falta do essencial para poder sobreviver, é apontar a luz no fundo do túnel: não tira a pessoa daquele lugar, mas indica uma saída e dá esperança para uma vida melhor.

A sua ajuda é essencial. Doe um cabaz de alimentos ao centro de saúde mental em Nampula ou às famílias carenciadas protegidas pelos Irmãos de S. João de Deus.

Pode oferecer um cabaz a uma família carenciada a partir dos 20 euros, que dará o mínimo essencial à sobrevivência de uma família, ou poderá doar um cabaz útil, que dará os elementos essenciais a garantir uma alimentação equilibrada a um agregado familiar.

Poderá também contribuir com um cabaz comunitário que apoiará os doentes do Centro de Saúde Mental em Nampula.

40 CABAZES

36 CABAZES

16 CABAZES

15 CABAZES

DATA LIMITE PARA APOIAR

31 de outubro de 2019

08/31/2019

COMO APOIAR

OFEREÇA UM CABAZ A UMA FAMÍLIA CARENCIADA OU AO CENTRO DE SAÚDE MENTAL EM NAMPULA

TRANSFERÊNCIA BANCÁRIA (PONTUAL)

IBAN
PT50 . 0018 . 0003 . 1625 . 4567 . 0208 . 4

Envie-nos um email com os seus dados, referindo a
transferência para donativo@fsjd.pt

MULTIBANCO

Pagamento de serviços
ENTIDADE.: 20952
REFERÊNCIA: 000 100 100

Veja os Gestos Solidários e saiba mais informações (clicar na imagem abaixo).